Wordpress Formspring.me Twitter Orkut Facebook
  • picture

    O melhor centro de pesquisa científica só se encontra aqui!

    Some criatividade com as ultimas tecnologias da informação. O resultado? Uma central online capaz de dinamizar as ferramentas para a pesquisa acadêmica. E o melhor: tudo isso 24 horas por dia, em qualquer computador!.

    picture

  • picture

    Necessita de Projetos eficientes e inteligentes?

    Quando se trata de fazer projetos e executá-los, o IGEPRI ganha da concorrência. O segredo disso tudo? Uma equipe altamente capacitada dedicando-se 24 horas por dia para propor soluções. Verifique por si mesmo!

    picture

  • picture

    Visite o Blog do Observatório da Gestão Pública!

    24 horas por dia informando a população de Marília sobre tudo o que acontece na gestão pública municipal, com especial enfoque em auditorar o orçamento. Fique atento às novidades!

    picture

  • picture

    Não deixe de conferir nossas publicações!

    Conteúdo de qualidade, em revistas, entrevistas, artigos e podcasts! Tudo isso para você ficar sempre atualizado com o IGEPRI.org

    picture

Parceiros

UNESP - Universidade Estadual Paulista

Universidade Estadual Paulista

Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", campus da Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília.

www.marilia.unesp.br

FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

Entidade ligada à Secretaria de Ensino Superior do governo do Estado de São Paulo de apoio à pesquisa científica e tecnológica do país.

www.fapesp.br

CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Agência do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) destinada ao fomento da pesquisa científica e tecnológica e à formação de recursos humanos para a pesquisa no país.

www.cnpq.br

MATRA - Marília Transparente

Marília Transparente

Organização não-Governamental da cidade de Marília com atuação no controle social da Gestão Pública.

www.matra.org.br

Observatório da Gestão Pública

Observatório da Gestão Pública

Entidade do direito privado sem fins lucrativos, de caráter apartidário, que tem por objetivo fiscalizar a prática da gestão pública do município de Marília, SP.

www.igepri.org/blog

Livro em destaque: Enseñanza, Investigación y Política Internacional (TRIP) En América Latina

Desde 2004 el programa Teaching, Research and International Policy (TRIP) se ha constituido en un complemento invaluable para analizar la forma como la enseñanza y la investigación se ejercen dentro de la disciplina de las relaciones internacionales (RI) en diferentes lugares del mundo y cómo los académicos perciben la política internacional en general. Este artículo analiza algunos de los resultados más destacables de la encuesta TRIP 2011 en los cuatro países de América Latina en donde fue aplicada (Argentina, Brasil, Colombia y México), así como posibles matices de diferencia con los otros 16 países incluidos en la muestra.

picture


Trade Disputes Between China And The United States: Growing Pains So Far, Worse Ahead?

This study covers the history of Sino-US trade relations with a particular focus on the past decade, during which time each has been a member of the World Trade Organization (WTO). Providing a brief history of 19th and 20th century economic relations, this paper examines in detail the trade disputes that have arisen between China and the United States over the past decade, giving dollar estimates for the trade flows at issue. Each country has partaken in their share of protectionist measures, however, US measures have been characteristically defensive, protecting declining industries, while Chinese measures have been characteristically offensive, promoting nascent industries. We also cover administrative and legislation actions within each country that have yet to be the subject of formal complaint at the WTO. Thisincludes an original and comprehensive quantitative summary of US Section 337 intellectual property rights cases. While we view the frictions in Sino-US trade a logical consequence of the rapid increase in flows between the two countries, we caution that each country work within the WTO framework and respect any adverse decisions it delivers so that a protracted protectionist conflict does not emerge. We see the current currency battle as one potential catalyst for such conflict if US and Chinese policymakers fail to manage it judiciously.

picture


História, Instituições e Rentismo: Entraves Ao Desenvolvimento Econômico Venezuelano

O presente artigo tem como objetivo apresentar e discutir os principais entraves enfrentados pela economia venezuelana em superar sua excessiva dependência em relação à renda petroleira. A partir de um enfoque histórico e institucional da sua economia, o artigo mostra que os arranjos institucionais construídos no país ao longo do tempo, essencialmente, incentivaram a lógica rentista dos atores sociais, de empresários a sindicatos. Esse legado institucional do país construído sobre a dependência do petróleo e a lógica rentista permaneceu no governo Chávez.

picture

<

Brazilian Journal of International Relations(Bjir)

picture

Monografia Igepri em destaque:BAXI GUANXI: PERSPECTIVAS DA PARCERIA ESTRATÉGICA BRASIL-CHINA NO ÂMBITO DA COOPERAÇÃO SUL-SUL NO INÍCIO DO SÉCULO XXI

O presente trabalho tem por escopo investigar quais os fatores do fortalecimento das relações entre os novos Global Players China e Brasil sob a apreciação do termo parceria estratégica, já que a agenda de ambos os países priorizam relações de cooperação e integração no âmbito Sul-Sul. Pretende-se, assim, compreender as estratégias políticas sino-brasileiras de inserção na primeira década do século XXI, e buscar apreender suas complementaridades dentro de novos standards da arena internacional, em reestruturação rumo a um modelo multipolar. Para tais análises, foram utilizados material bibliográfico referente ao tema em questão, fontes primárias de documentação, coleta de dados de fontes oficiais utilizadas pertinentes às circunstâncias analisadas e publicações de imprensa como base factual de conjuntura internacional. Além disso, valeu-se de técnicas de análise de conjuntura como modelo para o estabelecimento de nexos causais entre acontecimentos do cenário internacional e os ensejos político-econômicos dos países ora estudados. Assim, aspira-se agregar coerência e permitir o entendimento da manipulação político-econômica sino-brasileira, tendo em vista a consecução dos objetivos recíprocos pretendidos.

picture  picture


A OEA e a Carta Democrática Interamericana: Discussões Sobre a Nornatividade no Contexto de uma Organização Internacional

Este trabalho procura fazer uma análise da dinâmica que a OEA estabelece com os seus Estados membros, no âmbito específico de seus instrumentos para a defesa da democracia. Neste sentido, introduzimos com uma discussão ampla do tipo de relacionamento possível entre uma organização internacional com seus Estados. Em seguida, apresentamos o histórico de consolidação da OEA e de seus instrumentos democráticos, dando ênfase ao alcance da organização frente aos Estados membros e suas soberanias territoriais. Por fim, fizemos uma análise pormenorizada da Carta Democrática Interamericana, buscando identificar elementos que sustentassem a hipótese de uma crescente normatização da matéria no contexto da OEA, muitas vezes constrangendo a atuação dos Estados membros. Os resultados parecem indicar que ademais o esforço normativo organizacional, os Estados ainda tem um amplo espaço para a regulagem de seus sistemas políticos, porém num contexto de uma democracia formal mínima, especialmente relacionada a eleições regulares.

picture  picture


A Atuação da Organização das Nações Unidas da Palestina e na Solução do Conflito Árabe-Israelense

O objeto de estudo do presente trabalho de conclusão de curso é a análise da importância da atuação da Organização das Nações Unidas, a qual foi eleita à instituição como espaço central para solução do conflito entre árabes e judeus e para o reconhecimento do Estado palestino. O problema proposto concentra-se em desvendar qual é o papel da Organização das Nações Unidas para a solução do litígio entre israelenses e palestinos. Além de sua atuação, analisa-se o surgimento da Organização e o contexto histórico do povo palestino, a fim de compreender os fatores relevantes para a solução do conflito e o reconhecimento do Estado palestino. Tem-se como pressupostos centrais que a efetividade dessas ações, seus resultados e o respeito dessas resoluções por parte da Sociedade Internacional evidenciam o grau de eficácia quanto à atuação das Organizações Internacionais, principalmente das Nações Unidas. A análise das resoluções referentes ao conflito é a metodologia adotada para compreender os fatores que contribuíram para o frustrado plano de resolver o litígio e a estagnação do processo de paz, que impediram o reconhecimento do “Estado” Palestino. A Teoria da Interdependência e a Teoria dos Jogos são aportes teóricos utilizados ao longo do trabalho porque consideram a eminência das Organizações Internacionais e a necessidade de soluções rápidas e eficazes, de acordo com a realidade no contexto internacional. Conclui-se a partir da análise que atuação da ONU no decorrer do conflito serviu a interesses específicos de alguns Estados, suscitando o descrédito da Organização. Destaca-se a necessidade de uma de reforma das Nações Unidas no âmbito institucional, o que colaboraria para a solução dos conflitos internacionais. Nesse aspecto, faz-se necessário o desenvolvimento de estudos acerca da sua reestruturação institucional, colaborando para a atuação eficaz da Organização na solução de conflitos.

picture  picture

Cadernos em destaque: Em construção

Em breve disponibilizaremos o conteúdo de nossas publicações

Livro em destaque: Políticas de Segurança Pública no Estado de São Paulo. Luis Antonio Francisco de Souza (ORG.)

"Após o processo de retomada da democracia, que ocorreu durante as duas últimas décadas, as sociedades latino-americanas têm experimentado um crescimento preocupante das desigualdades sociais, dos conflitos urbanos e rurais, da luta por direitos. Esse crescimento acompanha de perto o processo de ampliação do repertório de garantias constitucionais e jurídicas oferecidas pelo Estado Democrático de Direito. E mais do que isso, parece que os governos democráticos no subcontinente não têm sido capazes de reverter o quadro histórico de discriminação, pobreza e estagnação econômica existente nesses países. Ao contrário, as agências do poder público parecem oferecer enorme resistência às transformações democráticas. No Brasil, assim como em quase toda a América Latina, segundo Guillermo O’Donnell (1999), encontramos uma inquietante inversão do esquema dos direitos. Os Direitos Políticos (eleições diretas, direito de voto, direito de ser eleito, constituição de partidos e de associações políticas, direito de imprensa) e sociais (direitos trabalhistas, direito à educação, à saúde e à habitação) estão razoavelmente legitimados, a despeito das dificuldades em torno de sua implementação. Os Direitos Civis (direito à vida, à segurança, à integridade física, à liberdade, à propriedade e à justiça), que são considerados base.."

picture


Livro em destaque: Tecnologia e Gestão Pública Municipal. Ricardo Cesar Gonçalves Sant'ana.

"O entendimento de que o uso dos recursos das Tecnologias da Informação e Comunicação tem importância vital para a economia atual permeia todas as áreas do conhecimento e se tornou um dos focos de atenção de gestores públicos e privados (Foray & Lundvall, 1996; Abramowitz & David, 1996). Também importante tem sido o desta-que para a questão do valor do acesso à informação como diferencial competitivo e como variável fundamental para administração, não só na dimensão privada como também na pública (Sant’ana, 2002). Vivemos um momento em que a única constante é a certeza da mudança e as inovações advindas com a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) têm papel preponderante neste cenário. Mas específicas, mas antes, da forma como estamos nos relacionando com elas, tanto como indivíduos, como grupos ou organizações (Evans & Wurster, 1999). O incremento constante da capacidade de comunicação, armazenamento e de processamento das TICs propiciou um aumento nas possibilidades de uso e o volume de usuários atingiu massa crítica tal que os custos destas tecnologias puderam ser reduzidos retroalimentando o processo em um ciclo virtuoso que permite o surgimento de novos elementos como: redes sociais mediadas; incremento e viabilização da interoperabilidade a níveis crescentes; novos patamares de funcionalidades como a Web 2.0; a ubiquidade da computação; alta conectividade..."

picture